.feed-links{display:none !important;

Total de visitas

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Te Desejo Vida

Te Desejo Vida

  
Eu te desejo vida, longa vida
Te desejo a sorte de tudo que é bom
De toda alegria, ter a companhia
Colorindo a estrada em seu mais belo tom
Eu te desejo a chuva na varanda
Molhando a roseira pra desabrochar
E dias de sol pra fazer os teus planos
Nas coisas mais simples que se imaginar
E dias de sol pra fazer os teus planos
Nas coisas mais simples que se imaginar
Eu te desejo a paz de uma andorinha
No voo perfeito contemplando o mar
E que a fé movedora de qualquer montanha
Te renove sempre e te faça sonhar
Mas se vier às horas de melancolia
Que a lua tão meiga venha te afagar
E que a mais doce estrela seja tua guia
Como mãe singela a te orientar
Eu te desejo mais que mil amigos
A poesia que todo poeta esperou
Coração de menino cheio de esperança
Voz de pai amigo e olhar de avô

Eu te desejo muito mais que mil amigos
A poesia que todo poeta esperou
Coração de menino cheio de esperança
Voz de pai amigo e olhar de avô

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Picasso

Pablo Ruiz Picasso

Pintor
Pablo Ruiz Picasso (Málaga, 25 de outubro de 1881 — Mougins, 8 de abril de 1973), foi um pintor espanhol, escultor, ceramista, cenógrafo, poeta e dramaturgo que passou a maior parte da sua vida na França. É conhecido como o cofundador do cubismo- ao lado de Georges Braque -, inventor da escultura construída, o inventor da colagem e pela variedade de estilos que ajudou a desenvolver e explorar. Dentre as suas obras mais famosas estão os quadros cubistas As Meninas D’Avignon (1907) e Guernica (1937), uma pintura do bombardeio alemão de Guernica durante a Guerra Civil Espanhola.
Picasso, Henri Matisse e Marcel Duchamp são considerados os três artistas que mais realizaram desenvolvimentos revolucionários nas artes plásticas nas décadas iniciais do século XX, responsável por importantes avanços na pintura, na escultura, na gravura e nas cerâmicas.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

facilita as coisas


Gosto de quem facilita as coisas. 
De quem aponta caminhos ao invés de propor emboscadas. 
Sou feliz ao lado de pessoas que vivem sem códigos, que estão disponíveis sem exigir que você decifre nada. 
Quero andar de mãos dadas com quem sabe que entrelaçar os dedos é mais do que um simples ato que mantém as mãos unidas. 
É uma forma de trocar energia, de dizer: você não se enganou, eu estou aqui! 
Porque “por mais que os obstáculos nos desafiem o que realmente permanece, costuma vir de quem não tem medo de ficar”. 
“Não sou tapa buraco, nem remédio anti carência”! Não quero ser usada como adorno!
O que eu procuro é amor, se você tem algum genérico disso, dê para outra pessoa! Eu não preciso de alguém que me faça de segunda opção, plano B ou última alternativa!”
Gostos e opiniões ainda podem ser descritos ou apontados e discutidos. 
Personalidade... 
Daquilo que já vi e conheço maior parte das pessoas não tem nem metade da consciência do que são. 
Eu fico pelo silêncio e pelas minhas ações. 
No depois... pensem o que quiserem.

Revisor de textos

Revisor de textos

Revisor de textos é o profissional encarregado de revisar material escrito com o intuito de conferir-lhe correção, clareza, concisão e harmonia, agregando valor ao texto, bem como o tornando inteligível ao destinatário ― o leitor. Este profissional deve trabalhar em consonância com o autor do texto original, de forma que as intervenções propostas respeitem o desejo deste e não alterem em demasia a sua intenção.
 “O revisor se define não por seus conhecimentos, mas por seu perfil psíquico”.
A revisão é mais que uma profissão: é uma neurose. Esta neurose se caracteriza como uma espécie de sacrifício consentido (desejado) pelo revisor; é um tributo à saúde (qualidade) da edição.
O revisor se oferece, sempre, em sacrifício à Deusa do Idioma, portanto, todos aqueles que se dedicam a esse ofício nunca serão normais. Para o revisor, o importante não é o que ele sabe, mas o que ele está consciente de não saber ou, pelo menos, não saber totalmente, e que por isso exige permanente verificação. O revisor não lê como todos os demais homens leem, ele fotografa a palavra visualmente.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Passar adiante

Passar adiante
achei legal  este e-mail me enviado e resolvi compartilhar aqui no força de ler.
Amigo lê este trecho de minha passagem e se achar que é de proveito guarde-o para passar adiante.
                Pois bem eu procurando um dia desses encontrei uma editora não paga, está talvez fosse à forma mais fácil de eu ter meu livro publicado (no virtual apenas, mas, de qualquer forma, é uma maneira de publicação).
                Vantagem:
Meu livro poderá ter um grande alcance, pensava assim.
Agora que os leitores de livros digitais estão começando a ficar populares, minha chance pode aumentar ainda mais: Pensei!
Será isso bom mesmo; deve de ser, pois tantos autores desconhecidos estão entrando nessa.
Mas não é bem isso!
Ou é?